sábado, 12 de agosto de 2017

. meu menino amigo, .

eu lia nos seus olhos:
- é sempre cedo demais...
e de tanto ser manhã, cê se instalou no meu passo como uma doce caminhada:
   lado a lado, coração tranquilo.

e eu nunca tive medo de lhe mostrar meu rosto;
porque cê me acolhe lágrimas, com a mesma doçura que me vê em sorrisos.
e eu nunca tive pressa de lhe ser por perto;
porque cê ganhou seu espaço do lado de dentro, quando as portas enferrujadas já nem queriam mais se abrir...

cê se tornou o acolhimento, nos dias enquanto tudo é pressa.

meu menino amigo,
eu desejo que teu coração floresça.
que sintas o gosto de sal só da água que vem do mar.
que viva devagar pra ter tempo de sentir: saudade, alegria, amor.
que seus sonhos se realizem. e se renovem. e sejam sempre um aconchego teu.
que em seu coração tão, mas tão grande, sempre caiba mais um, pra sentir o gosto doce de te ver ao sorrir.
que os obstáculos te façam grande.
que as dores te transformem amores.
que nunca seja tarde demais...

eu tenho sorte, meu menino...
e ela tem seu nome, grafado com letrinhas de amor...